sábado, 18 de junho de 2011

AutoEntrevista com Rafinha Bastos do CQC

Imagine uma entrevista inusitada dirigida por um repórter curioso ao ponto de querer saber as intimidades do seu entrevistado. Além disso, ter "ares" de preconceituoso e de não deixar responder o que não lhe interessa. 

video
A Entrevista é um gênero oral muito utilizado no meio jornalístico. Todos nós sabemos de sua importância para a conclusão de uma matéria. Mas até onde é o limite de uma entrevista? Qual o seu limite ético? Será que o repórter pode ou deve tirar conclusões a partir de seu ponto de vista ou interferir nas respostas? Assista ao vídeo, curta e não esqueça de deixar seu depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário